30 de outubro de 2006

The Kings of Convenience

Until You Understand

It's hard to stay, it's hard to look into your eyes
when I say I'm leaving.

I can't be sure, but I think I've made up my mind,
although your heart is bleeding.

I wish the only one I had to be was me
for you to see this clearly.
I wish the only thing I had to do was to
hold my arms around you.

So long, so hard, until you understand
So long, so hard, until you understand

I somehow feel that I'm pulling away your ground before I've even started.
To realize my word just caught you by surprise, makes it even harder.
I wish there was a way to make you read the signs I'm bringing you this evening.
I wish the only thing I had to do was to hold my arms around you.

So long, so hard, until you understand
So long, so hard, until you understand

25 de outubro de 2006

Da escrita


Queria tanto dizer-te tanta coisa. Queria-te poder escrever. Queria-te desenhar as palavras. Queria que as letras se juntassem sem me pedir licença. Mas não sei escrever assim. Não penses que por não conseguir não sinta. Sinto. E sinto-te demais. Por isso a minha tristeza em não me poder dar-te desta forma. Em não me poderes ler como eu gostava que me lesses.

23 de outubro de 2006

O "Meu" filme

Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain



Vale sempre a pena recordar.



O beijo mais doce e mais lindo da história do cinema.

17 de outubro de 2006

Little Miss Sunshine


Um dos melhores filmes do ano: Little Miss Sunshine .

Uma comédia cheia de requinte e inteligência, intimista e dramática, um retrato fiel de uma família disfuncional, unida e problemática.

Um filme de grande qualidade com uma
boa banda sonora .

Imperdível.

"Uma família à beira de um ataque de nervos": por favor...parem de traduzir os títulos dos filmes, é vergonhoso, triste e lamentável. Principalmente num filme como este, um título infeliz.

15 de outubro de 2006

The Frames


Friends and Foe

Turning with the listless
And staying close behind
And the arms that once held you
Have receded
Over time

And the little love I had
For all my friends and foe
And the little lines we've drawn between us all have
Taken hold

In the early morning walking
And the pressure in the night
And the walls that held you with us
Have fallen
Out of sight

And the little love I had
For all my friends and foe
And the little lines we've drawn between us all have
Taken hold

And the little love I had
For all the friends I know
And the little time we got to share was worth it
After all

Now we work it out in silence
And the subplot to the end
And it's falling out of favour
I've seen it
Where I am

And the little love I had
For all my friends and foe
And the little lines we've drawn between us all have
Taken hold

And the little love I had
For all the friends I know
And the little time we got to share was worth it
After all

12 de outubro de 2006

Coisas da felicidade

Sinto-me mais bonita. Estar e ser feliz, tem esse efeito em mim.

10 de outubro de 2006

9 de outubro de 2006

"Amo-te..."


Não te amo como se fosses rosa de sal, topázio
ou seta de cravos que propagam o fogo:
amo-te como se amam certas coisas obscuras,
secretamente, entre a sombra e a alma.

Amo-te como a planta que não floriu e tem
dentro de si, escondida, a luz das flores,
e, graças ao teu amor, vive obscuro em meu corpo
o denso aroma que subiu da terra.

Amo-te sem saber como, nem quando, nem onde,
amo-te directamente sem problemas nem orgulho:
amo-te assim porque não sei amar de outra maneira,

a não ser deste modo em que nem eu sou nem tu és,
tão perto que a tua mão no meu peito é minha,
tão perto que os teus olhos se fecham com o meu sono.



Pablo Neruda

5 de outubro de 2006

Ben Harper & The Innocent Criminals - Lisboa


Realização de um sonho...

sonho que tenho desde 1999 quando o conheci pela primeira vez e fiquei rendida ao seu talento.

Ontem...fez-se magia, vê-lo ao vivo torna tudo ainda mais incrível. Contigo foi ainda mais especial.

O meu momento: o teu sorriso aquando dos primeiros acordes da Forever. Obrigada.

Obrigada Ben, por teres contribuído para mais um dia memorável na minha vida.

3 de outubro de 2006

Constatação diária

Hoje, dei por mim a pensar o quanto sou feliz.

2 de outubro de 2006

Tu

Tu eras também uma pequena folha
que tremia no meu peito.
O vento da vida pôs-te ali.
A princípio não te vi: não soube
que ias comigo,
até que as tuas raízes
atravessaram o meu peito,
se uniram aos fios do meu sangue,
falaram pela minha boca,
floresceram comigo.


Pablo Neruda

1 de outubro de 2006

Glen Hansard & Marketa Irglova


Sleeping?

are you sleeping?
still dreaming?
still drifting off alone..
Im not leaving with this feeling
so youd better best be told
and how in the world did you come
to be such a lazy love

its so simple, and fitting
the path that you are on
were not talking, theres no secrets
theres just a note that you have gone
and all that youve ever owned
is packed in the hall to go

and how am I supposed to live without you?
a wrong word said in anger and you were gone

I'm not listening for signals
its all dust now on the shelf
are you still working? still counting?
still burried in yourself?
and how in the world did we come
to have such an absent love?

and how am I supposed to live without you?
a wrong word said in anger and you were gone
and how am I supposed to live without anyone?

and how in the world did you come
to be such a lazy love?
and where did you go?

Mudanças

As letras ganham nova cor.