28 de abril de 2007

Scenes of a Sexual Nature

Adoro ir ao cinema e ver um filme assim. Saio da sala satisfeita. Rico em diálogos, com conteúdo, conversas que nos guiam do início ao fim do filme. Gostei, em particular, da relação entre duas almas gémeas perdidas no tempo. Gostei, ainda mais, do desfecho desta ligação, das quartas e das quintas-feiras, da ideia de que apenas a vida das outras outras pessoas é fascinante mas no final é tudo apenas uma fantasia.
Gosto de filmes assim. Aconselho.

Scenes of a sexual nature Amor e sexo. Alguns andam à procura, outros precisam. Uns rejeitam, outros compram. Mas estamos todos envolvidos. A única coisa que realmente nos une é a nossa tentativa de nos ligarmos uns aos outros. Seja emocional, física, subliminar ou sexualmente, como seres humanos precisamos de contactar uns com os outros. Mas quais são as regras? Como sabemos que alguém gosta ou está apaixonado por nós? Como é que decidimos ligar-nos a uma pessoa, por um momento ou para a vida inteira?

5 comentários:

Francisco disse...

perguntas sem resposta, mas a procura norteia o sentido.
Não vou perder...! ;)

pessoa disse...

andava sem saber o que ver no cinema... acho que vou aceitar a sugestão!

Beijinho

Miguel disse...

Tu não me digas que "eles" respondem a isso no filme?!!!
:-)

De qualquer maneira farei por ver

Carriço disse...

Também adoro ir ao cinema ver filmes assim: contigo!

Já tenho mais dois em vista, sendo que um deles só estreia quinta-feira. Vamos a eles? :)*

Beijos

deep disse...

Fico com vontade de ir ver... só não sei se chegará aqui.

Obrigada pela sugestão.

A música é um conforto para a alma.

Bom resto de semana.