29 de março de 2005

introspecção

escrevi cada palavra ao som da tua voz..
embebida pela doçura dos teus lábios

pela força do teu corpo...
sentia-te perto e não era uma alucinação...
eu sentia apenas o teu perfume, era o teu...

encolhi os ombros e doei o meu pensamento...
por uns momentos pude recolher ao meu íntimo
neutralizando-te...
fiquei comigo...

tentei conquistar-me
descobrir-me por entre os pedaços abandonados
esquecidos por mim
e apagados pelo tempo...

espreitei de mansinho
reconheci-me...
de todos os prismas

de todos os ângulos
consegui...

andava desaparecida sem saber quem era
sem saber qual o meu perfume...

sei-o agora
que lembrança agradável...

25 de março de 2005

23 de março de 2005

O pensamento


Acordei surpreendida pelas horas, levantei-me e comecei o meu dia...
era a mesma rotina,
os mesmos gestos mecanizados,
a mesma face ao espelho,
o mesmo bocejar...

[mas o pensamento estava longe]

As palavras politicamente correctas eram proferidas,
os alimentos nutricionais eram ingeridos em busca de energia,
o jogar da roupa era o habitual,
o mesmo perfume acompanhado de um vasto sorriso de bom dia...

Entrei no carro,
a história mecanizada continuava a propagar-se à medida que me ia deslocando no tempo,
a mesma música tocava no cd,
o cinto era colocado porque me faz sentir protegida,
e o percurso era o mesmo...

[mas o pensamento não estava lá]

...aquele semáforo sem razão continuava no mesmo sítio,
as buzinas aflitas davam ritmo ao começo do dia,
estacionei naquele mesmo local.

O meu perfume pairava a cada passo que dava
deixando um rasto de identificação,
era o meu B.I.

[mas não encontrava o meu pensamento]

"Bom dia" disse...e segui para a minha salinha onde efectuo-o o meu trabalho.
Correu bem, foi produtivo.

Ao final do dia
estava na hora de mais um treino,
de mais uma forma de expressão,
de mais uns gestos mecanizados...

[e um pensamento fugidío]

...de partilha de conhecimentos e estudo.
Correu bem.

Dirigi-me ao carro envolvida num cansaço saboroso
era relaxante,
a música tocou de novo e a sensação de prazer aumentava a cada segundo...
sentia-me bem
como se tivesse total poder sobre mim,
sobre o meu corpo...menos num...

[esse não estava lá]

Voltei a casa surpreendida pelas horas, tinha-me deixado ficar...
as palavras da descrição do meu dia eram aceites, eram partilhadas...

Mas só consegui respirar quando pousei na almofada e consegui agarrar o pensamento...
mergulhei nele...
e é tão bom tê-lo ao nosso lado.

21 de março de 2005

19 de março de 2005

Damien Rice


Damien Rice "O" - mesmo muito bom...já está nos meus cds de eleição, sem dúvida.

Deixo-vos aqui com o vídeo: « The Blower´s Daughter »

17 de março de 2005

interruptor



Quando desligamos o interruptor tudo fica bem
mas passado um tempo ele liga-se sozinho

[na busca do quê?]

14 de março de 2005

É difícil...


Por que é que às vezes tudo parece tão difícil?

...sentes o quanto difícil é...

12 de março de 2005

Post Informativo

Estou muito interessada em tirar um curso de mandarim...falei no CLIP e há lá um professor de mandarim que também dá aulas a adultos no mesmo local. No mínimo são necessárias 5 pessoas para o curso se realizar, eu já me inscrevi...se souberem de alguém que esteja interessado digam qualquer coisa.

Dia 28 de Março começa o curso de Língua Gestual Portuguesa em Matosinhos no Psi Factor...se estiverem interessados ainda há vagas.
Também fiz uma pré-iscrição numa pós graduação em Psicologia Forense no mesmo local...ainda só há 5 inscrições e para ser realizada são necessárias no mínimo 8. Por isso mais uma vez se souberem de alguém...

Quero fazer um mestrado em Psicologia do Desporto...se virem algo deixem um post e eu agradeço-vos:)

Este post foi meramente informativo mas às vezes são necessários para que tudo o resto funcione bem connosco.

Obrigada*

10 de março de 2005

Tanto tempo esquecido



Pensamos que conhecemos alguém...

As pedras vão caindo ao de leve servindo como avisos do que pode estar para vir...depois vão magoando de mansinho até que um dia mais tarde...a derrocada.

Quem és tu? Não conheço esses gestos...quem invadiu o teu sorriso? Onde está o olhar que já fazia parte de mim?...não te conheço...não passas de um belo corpo esculpido com traços bem delineados...outros já apagados pelo tempo...mas não te consigo ver...

Se caiste eu levanto-te, se te perdeste eu encontro-te, se fugiste eu corro atrás, agarro-te, abraço-te e envolvo-te com o nosso amor...se quiseste partir...dói...mas eu fico aqui!

Que fizeste à nossa história, apagaste-a? Guardaste-a no baú a sete chaves ou está contigo?...saíste sem dizer nada, muda de sentimentos...foi tão repentino que não deu para te acordar...talvez não quisesses acordar, tivesses outro sonho para viver...

É verdade que já não sou jovem como há 14 anos atrás, mas sou o mesmo que te viu naquela noite que te olhou com certeza do que queria...

Mas hoje, tu mudaste a semântica da palavra amor...e eu já não estou lá, pois não?


[beijo primo]

8 de março de 2005

...


Sinto-me feliz...ele está bem*

6 de março de 2005

Protegida


Preciso de me sentir protegida
envolvida pela delicadeza da tua fala
pelas linhas do teu corpo
preciso apenas
de me sentir protegida...
Quem me entender, que me abrace.

5 de março de 2005

[as minhas violas]


Tenho saudades de estar com elas...

Estão aqui bem perto de mim...mas tenho saudades de me envolver nos seus acordes...

Não lhes tenho dado o tempo que elas merecem...

Fazem parte de mim há 13 anos e fazem-me tão bem...

[as minhas violas]

4 de março de 2005

Não sei como estaria...


Adormeci pensando nas decisões da minha vida...

Se em vez de ter seguido em frente tivesse virado à esquerda?

Se tivesse fechado os olhos e me deixasse levar pela corrente como estaria agora?

...não sei como estaria...

3 de março de 2005

The Grudge


É um filme baseado no filme japonês "The JU-ON Grudge".
Um filme muito pesado e muito complicado de ver...durante o filme as cenas tornam-se cada vez mais fortes e paranóicas. Dentro do conceito de terror...este abrange tudo que possa estar relacionado com isso...completo até demais.

It never forgives. It never forgets.

Neste momento também não sei o que estou a fazer no site do filme...pergunto-me porquê...mas a verdade é que estou lá...« The Grudge »

They say that when someone dies in a powerful rage. A curse is made.

Do you have a grudge?